19 de agosto de 2016

O seu corpo fala através das doenças

Esses são  os sinais enviados pelo nosso corpo,através das emoções,
resultando em doenças no corpo físico.


Dores e incômodos físicos podem ter origem em hábitos e comportamentos enraizados, dos quais às vezes nem nos damos conta. 

Estresse, segredos escondidos e problemas pendentes, por exemplo, estão entre as coisas que nos deixariam suscetíveis a certas doenças.
 Aprenda a ler os sinais que seu corpo envia e repense suas atitudes. Sua saúde agradece.




Cabeça



Quase sempre, a dor de cabeça surge por algum tipo de sobrecarga. Pode ser preocupação com os resultados dos seus esforços ou por motivos insignificantes, assim como a constante pressa com que você leva a vida.







Reserve um tempo para você diariamente. Permita-se relaxar, sem se preocupar com nada por algum tempo. Descanse e não se culpe por isso. Esses ’minutos de serenidade’ irão aumentar sua produtividade. E é provável que sua cabeça não doerá mais.


Pescoço




As sensações desagradáveis na área do pescoço representam a carga de rancores que sentimos com relação aos outros ou a não aceitação das nossas próprias imperfeições. O pescoço dói quando não conseguimos perdoar alguém, ou até a nós mesmos.






Repense sua atitude com relação a você mesmo e aos outros. É provável que, muitas vezes, as pessoas não tenham a intenção de te ofender. E você não é obrigado a suprir suas exigentes expectativas. Seja mais humilde e aprenda a perdoar. Pensar mais nas coisas das quais você gosta também é importante para evitar este problema.



Ombros



Dor nos ombros indica que estamos emocionalmente sobrecarregados e sob grande pressão. Talvez aquilo que está ao seu redor seja o responsável por esta pressão. Outra possibilidade é que você tenha uma decisão importante a tomar, e sinta isso como uma pesada carga.




Tente dividir seus problemas com um amigo de confiança. Assim, você sentirá um alívio considerável. O simples fato de colocar para fora já cria uma sensação de não estar carregando o peso sozinho.


Parte superior das costas


Dores nesta região indicam falta de apoio emocional, ausência de amigos próximos ao seu lado. É um incômodo que surge quando achamos que ninguém gosta de nós.



 Interaja com gente diferente. Não mantenha o foco só em você, seja aberto e amistoso. Conheça pessoas novas, vá a encontros. E não reprima seu afeto para com os outros.

Parte inferior das costas (lombar)


Quando você se preocupa muito com dinheiro, pode ser que a parte baixa das costas reclame. Talvez o seu próprio sonho de ser rico não lhe deixe em paz, ou seus entes queridos estimulem em você o apego às coisas materiais.


A felicidade não está no dinheiro, por mais atraente que ele seja. Claro, é importante ter uma poupança para emergências ou para realizar aquele sonho e é bom que você pense nisso. Mas pare de se preocupar tanto com dinheiro; muitas das melhores coisas da vida são gratuitas! Dedique-se àquilo que ama. Quando você trabalha de corpo e alma, se realiza, e o sucesso financeiro vem naturalmente.

Cotovelos

Dor nos cotovelos representa falta de flexibilidade e a rejeição a compromissos. O mais provável que é você esteja resistente a alguma mudança, tornando-se obstinado com o assunto. O subconsciente, às vezes, teme aceitar o novo.




Muitas vezes, a vida pode parecer difícil e dura. Mas não é bem assim. Frequentemente, nós mesmos complicamos tudo. Seja mais flexível, não gaste sua energia lutando contra coisas que não podem ser mudadas.

Mãos


Quando as mãos doem, é sinal de que você precisa curtir uma boa amizade e relaxar quando estiver conversando com outras pessoas. Dor nas mãos indica que você precisa sair do seu mundo limitado.


 Tente fazer novos amigos. Jante com algum companheiro de trabalho. Vá ao estádio, a um show, sinta-se parte da multidão. Estabeleça conversas com gente nova com mais facilidade, até porque nós nunca sabemos onde iremos encontrar uma verdadeira amizade.

Quadril

Este tipo de dor pode atormentar as pessoas que se prendem à ideia de ter uma vida confortável e previsível. O medo patológico de mudanças, a falta de disponibilidade para começar a viver de outra forma e a resistência constante ao que é novo podem provocar dor na região do quadril.


Não resista ao fluxo natural da vida. Nossa vida muda o tempo todo, e isso é algo muito interessante! Veja as mudanças como aventuras emocionantes. E não deixe as decisões importantes para depois

Joelhos

É provável que a dor nos joelhos seja sinal de um ego exagerado. Os joelhos doem quando pensamos muito em nós mesmos e pouco nos outros. Quando achamos que o mundo gira ao nosso redor.





Olhe ao seu redor. Você não é a única pessoa no Planeta. Seja mais atento com as outras pessoas. Ouça seu amigo, ajude sua mãe, apoie seu colega de trabalho. Dê atenção ao outro com mais frequência. Talvez um trabalho voluntário seja boa ideia
Panturrilha
 Dor nesta região pode ter origem na sobrecarga emocional. Os ciúmes irracionais e os problemas amorosos te afetam muito.





É preciso aprender a confiar em seu parceiro ou parceira. Relaxe e pare com a ideia de controlar o outro, e não invente coisas que não existem. Talvez tenha chegado a hora de abrir mão de relacionamentos do passado que já não funcionam mais.

Tornozelos


Dor nos tornozelos quer dizer que, muitas vezes, nos esquecemos dos outros. E não nos permitimos sentir prazer. Pode ser que o trabalho ocupe todo o nosso tempo e que não levemos a sério nossos próprios desejos, adiando-os constantemente.




Chegou a hora de permitir-se. Compre o que quiser, durma até a hora que quiser, experimente aquela sobremesa deliciosa e sofisticada. Esqueça por algum tempo do seu trabalho e pense, por exemplo, num relacionamento amoroso. Ou planeje uma viagem.
                                                    
                                Pés

Talvez a explicação para a dor nos seus pés seja uma profunda apatia. É como se nosso corpo não quisesse seguir em frente. Sentimos medo de viver e não conseguimos enxergar vantagem em continuar lutando. Quando pensamos, ainda que subconscientemente, que tudo vai mal e que nossas vidas fracassaram, os pés reclamam.



Aprenda a prestar atenção nas pequenas alegrias da vida, na beleza do mundo exterior e nas pessoas. Curta os sabores, cheiros, o vento e o sol. Adote um animal de estimação ou procure um hobby interessante. Preencha sua vida com sentido. Evite as lembranças tristes e sorria mais. Procure a alegria todos os dias da sua vida.

Conclusão

A conclusão aqui é óbvia: ame a si mesmo e perdoe-se. Seja mais atento com as outras pessoas e tente não guardar rancor. Interaja, sorria (isso é sempre muito bom) e mantenha-se saudável!



Ajude a manter este Blog depositando qualquer valor na
 Conta Corrente 01032679-2             Agência 0691 
– Banco Santander. 
Desde já, agradecemos o seu apoio.
Mando-te Boas Vibrações!




Produzido com base em material de
factrider.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

gratidão pelo seu comentário,seja sempre bem vindo.